Um ano de vendas de ebooks

Há cerca de um ano, decidi pegar nos meus livros e republicá-los sob a forma de ebooks, devidamente adaptados aos novos dispositivos de leitura, como o iPad, o iPhone, o Kindle ou o Kobo. Por acreditar que o futuro dos livros passa realmente pela migração para o suporte digital, este projeto já não incluiu a tradicional publicação em papel, mas somente a edição digital dos referidos livros. Decorrido um ano, é chegada a altura de fazer um pequeno balanço do caminho percorrido…

A primeira grande curiosidade que eu tinha, no início, era qual dos meus livros teria mais procura. Ao fim de um ano, o balanço de vendas (que não inclui nenhum dos livros oferecidos gratuitamente no Natal ou noutras campanhas) permite-nos observar a seguinte proporção:
Captura de Tela 2012-11-27 às 22.54.20
É fácil perceber que estes três livros de narrativa têm cativado muito mais leitores do que a minha única obra de poesia publicada até ao momento. Algo que não é particularmente surpreendente, já que mesmo no mercado tradicional dos livros em papel, a poesia sempre tem sido uma espécie parente pobre, em termos de vendas. Como não esperava fazer fortuna e me interessa muito mais que os meus poemas sejam lidos por quem goste de poesia, decidi há dias tornar definitivamente grátis o livro É preciso calar o monólogo.

Entretanto, a observação da evolução nas vendas tem sido uma constante aprendizagem. Por exemplo, no que se refere à importância do título e da capa para o sucesso de um livro. As Confissões de Dulce é o meu livro mais vendido deste ano, e se havia algo que o distinguia dos restantes era a capa e, talvez, o título. Já o Manual de Trigonometria Aplicada, um livro porventura até mais trabalhado em termos literários, tem sofrido em termos de vendas por se apresentar com uma capa menos apelativa e um título ambíguo e, quiçá, assustador. Se fosse hoje, decididamente, daria outro título a esse livro – e talvez venha mesmo a atualizá-lo, quem sabe...

A outra grande curiosidade que eu tinha era sobre qual a plataforma onde as vendas de ebooks seriam mais significativas. Confesso que tinha uma grande expetativa relativamente à Kindle store, que acabou por sair frustrada, como se pode avaliar pelo gráfico abaixo, que retrata a distribuição de vendas por plataforma durante estes 12 meses.
Captura de Tela 2012-11-27 às 22.55.00

Para contextualizar, convém lembrar que o mercado de ebooks ainda está a começar em Portugal, no Brasil e em muitos outros países. A iBookstore abriu em Portugal em finais de setembro de 2011, tornando-se assim a Apple o primeiro gigante mundial da área dos ebooks a iniciar operações no mercado português. Já no Brasil, a sua atividade começou apenas em outubro deste ano. Mais recentemente, há cerca de um mês, a Kobo começou a distribuir os seus dispositivos em Portugal, através da Fnac, estando neste momento a ser feita também a sua introdução no Brasil, através da Livraria Cultura. Há também algumas lojas de âmbito nacional, como a Wook (Portugal) ou a Saraiva (Brasil) que vendem ebooks on-line, sem contudo os promoverem no contexto de um e-reader próprio. Não conheço os números, mas tudo parece indicar que a quota de mercado da iBookstore e dos seus concorrentes internacionais deverá ser substancialmente superior.

A grande ausência, tanto em Portugal como no Brasil, continua a ser, de forma notória, a Kindle Store, da Amazon. Não deixa de ser um tanto ou quanto surpreendente que, apesar de a Kindle Store americana vender ebooks para clientes portugueses e brasileiros, tenha sido a canadiana Kobo a trazer em primeiro lugar os leitores com ecrã e-ink. Os livros da Kindle Store, é certo, podem ser lidos noutros dispositivos, como é o caso do iPad e do iPhone, ou até mesmo através de uma web app na Internet. Mas a verdade é que, pelo menos em Portugal, grande parte dos títulos têm o seu preço inflacionado relativamente a outros países e relativamente às lojas concorrentes. Tomemos o exemplo do meu Manual de Trigonometria Aplicada: os preços para este livro foram definidos globalmente em 1.89 dólares, para todas as lojas, incluindo Smashwords, iBookstore, Kindle, Kobo, etc. Em Portugal, temos neste momento esse livro ao preço de 1,99 € na iBookstore e 1,78 € na loja Kobo. Mas se pretendermos comprá-lo pela Kindle store americana (que é a divisão que atualmente serve Portugal), deparamo-nos com uns surpreendentes 4,47 dólares (aproximadamente 3,46€). Já em países como Espanha, onde a Amazon já disponibiliza uma Kindle store local, é possível adquirir este mesmo livro por apenas 1,53 €.

O ano 2013 vai ser decisivo. Se por um lado, continuamos com a famosa mas não formosa Crise a espreitar a cada momento, temos por outro lado pela primeira vez à venda no mercado uma variedade interessante de dispositivos de leitura de ebooks e duas das maiores lojas internacionais de ebooks a operar no mercado português e no mercado brasileiro. Será que essa concorrência irá trazer frutos, em termos da divulgação do livro digital nesses dois territórios? Espero que sim, e que isso se traduza num proporcional aumento de leitores e de leituras.

A finalizar, resta apenas dizer que a experiência tem valido sobretudo pela aprendizagem e pela oportunidade de partilhar e contactar com alguns leitores e com outros autores. Apesar de algumas simpáticas incursões pelos tops de vendas nacionais, ainda não fiquei extremamente rico. Ou melhor, ainda não fiquei coisíssima nenhuma. Os trocos que amealhei até ao momento com a venda dos livros serviram para me pagar as poucas despesas deste projeto e talvez um ou dois cafés. Obviamente, estou profundamente grato a todos os que têm comprado os meus livros. E mais grato ainda aos que, para além de os comprar, tiveram também a coragem de os ler do início ao fim.

E agora, é hora de olhar em frente. Na calha, tenho dois livros em estado embrionário. Vamos ver o que sai dali...

Livro "É preciso calar o monólogo" disponível gratuitamente

Livro de poesia disponível para download grátis

O livro de poesia “É preciso calar o monólogo” estará a partir de agora disponível para download gratuito em diversas lojas, incluindo iBookstore, Kobo e Smashwords. Boas leituras!

Livro "É preciso calar o monólogo" já disponível na Kindle Store e na iBookstore

Acaba de ser lançado em formato digital o livro de poemas É Preciso Calar o Monólogo, uma obra que o poeta convida o leitor a romper com a passividade e participar na construção de um conjunto artístico mais abrangente. A obra está disponível em diversos formatos nas principais lojas internacionais, podendo ser lida no computador e na generalidade dos leitores portáteis de e-books, incluindo por exemplo o Kindle, o iPad e o iPhone.

Um livro de poesia que não acaba no fim



É preciso calar o monólogo
É Preciso Calar o Monólogo é um pequeno livro de poemas em que o autor, Victor Domingos, desafia o leitor a quebrar uma das últimas barreiras da leitura, isto é, a romper com a passividade. O poeta desafia o leitor a (re)criar a sua obra e a comunicar com ele, interrompendo assim o monólogo tradicional da literatura. A ideia consiste em estender o ato criativo à mão do próprio leitor, de modo a que este participe também na construção da obra de arte, de um intertexto dinâmico e partilhado.

Para o autor deste livro, existem demasiadas situações em que a comunicação humana se reduz a um interminável monólogo. Desde as relações pessoais de caráter mais íntimo ou familiar às grandes questões políticas da atualidade, Victor Domingos mostra-se convencido de que «tudo seria bem mais simples se a comunicação não fosse tendencialmente unidirecional». De acordo com o autor, «em vez de um falar e outro se limitar a ouvir de uma forma muito pouco criativa», é necessário dar voz a ambas as partes, promovendo uma comunicação mais efetiva.

O livro "Manual de Trigonometria Aplicada" já se encontra disponível à venda internacionalmente na Apple iBookstore (para iPad, iPhone e iPod touch) e também nas diversas livrarias online da Amazon (para os dispositivos e aplicações Kindle): Amazon Kindle Store, Amazon.co.uk, Amazon.es, Amazon.de e Amazon.fr. A obra passa assim a estar disponível nos principais canais de distribuição de e-books a nível internacional. Uma das principais vantagens é que o acesso a este livro está agora bem mais facilitado para os utilizadores dos dispositivos de leitura mais populares, como o Kindle, o iPad, o iPhone e o iPod touch. Esses utilizadores podem assim obter o livro através das lojas que provavelmente já utilizam com regularidade e com cuja interface já estarão mais familiarizados.

É importante referir, contudo, que os restantes leitores não ficaram esquecidos! Mesmo que não tenham um leitor Kindle ou um dispositivo Apple, poderão adquirir na livraria Smashwords este livro em versão multiformato (inclui PDF, EPUB, MOBI, e outros). Os vários formatos disponíveis são particularmente úteis para quem usa outros dispositivos de leitura de e-books e permitem por exemplo, a leitura deste livro num simples smartphone Android ou Symbian, ou mesmo em qualquer computador pessoal.

SW_Horz_Color


Depois da #SOPA, da #PIPA e do #PL118, temos agora a polémica censura de livros pelo Paypal

censurado

O Paypal instituiu recentemente novas condições de serviço que têm como consequência direta a censura dos livros que podem ser comercializados online, com base em critérios de suposta moralidade mais ou menos arbitrários. Em causa está um ultimato feito estes dias à Smashwords, uma importante plataforma de publicação para escritores independentes (que eu venho também utilizando enquanto autor), em que a Paypal obriga o site a eliminar as obras que contenham conteúdos que possam de alguma forma ser considerados obscenos.

Confesso que sempre alimentei a ilusão inocente de que este tipo de ameaças à liberdade de expressão era uma coisa do passado. Que já lá iam os tempos em que se ocultava certas partes d’Os Lusíadas e se proibia a leitura e a distribuição de certos livros. Nas modernas democracias, em que a liberdade de expressão é um direito dado por adquirido, vemos afinal que a censura encontra outros meios que não o célebre lápis azul. Pelos vistos, nos EUA, existe legislação que protege os cidadãos de atos de censura como estes, mas só quando sejam perpetrados pelo Estado. As empresas privadas, como sejam os gigantes financeiros de crédito que supostamente estarão por trás desta medida imposta pelo Paypal, estão legalmente autorizadas a banir certas obras, com base nos critérios que bem entendam. Como?: utilizando o seu monopólio na área dos pagamentos eletrónicos para determinar o que pode ou não ser lido.

Para que possamos compreender a gravidade da situação, digamos que com a ambiguidade ou subjetividade das regras impostas, algumas das grandes obras da literatura universal poderiam facilmente ser banidas pela Paypal, caso fossem escritas por autores independentes e distribuídas por algum dos inúmeros parceiros de negócios da Paypal. Assim de repente, vêm-me à memória obras como “Os Maias”, de Eça de Queirós; “Os Lusíadas”, de Camões; a literatura erótica de Bocage e de tantos outros; a Bíblia, que também tem as suas passagens grotescas ou com referências a relações incestuosas; ou a “Lolita”, de Vladimir Nabokov. É um cenário orwelliano, mas menos distante do que seria desejável. Recorde-se, por exemplo, que já em 2010 o Paypal fez algo semelhante com o site Wikileaks.

Ainda que possamos reconhecer que no catálogo da Smashwords e de outros sites afetados haverá muitos títulos de qualidade duvidosa e com capas de fraco gosto, e mesmo que muitos deles utilizem linguagem ou descrições que possam ferir suscetibilidades de certos leitores, o certo é que a própria Smashwords dispõe de um filtro que os utilizadores podem facilmente ativar, para evitar o confronto com os conteúdos menos próprios. Por outro lado, para usar um cartão de crédito - associado o não a uma conta Paypal -, uma pessoa precisa de ser maior de idade - o que basicamente significa que se trata de uma pessoa capaz de pensar pela sua própria cabeça e preparada para escolher quais os livros que quer ler.

Pessoalmente, não tenho qualquer receio de que os meus livros se encontrem ameaçados - quando muito, apenas a sua distribuição pelo canal da Smashwords seria afetada. No entanto, não posso deixar de me sentir indignado com esta ação de uma grande empresa que eu sempre julgara como sendo idónea e imparcial. Parece que algumas das piores práticas medievais ou ditatoriais estão de volta, mas com nova roupagem…


Alguns links para páginas sobre este assunto:


Novo livro "Manual de Trigonometria Aplicada" já disponível na Smashwords

Acaba de ser lançado em formato digital o livro Manual de Trigonometria Aplicada, uma narrativa que conquistou em 2002 o 1º prémio no Concurso Literário “Ecos da Memória”. A obra já está disponível na Smashwords em edição multiformato, podendo ser lida no computador e na generalidade dos leitores portáteis de ebooks, incluindo por exemplo o Kindle, o iPad e o iPhone.
Manual de Trigonometria Aplicada, novela do escritor português Victor Domingos

O livro começa com uma misteriosa carta e apresenta-nos a história de um engenheiro que parece ter encontrado na trigonometria e na matemática em geral uma forma muito pessoal de se exprimir e de refletir sobre a sua própria vida. A narração traça o seu percurso afetivo, o qual se revela afinal muito mais humano e mais sensível do que o título da obra poderia indiciar...

Difícil de definir e de enquadrar nos géneros literários mais convencionais, o livro surpreende entre outros aspetos pela densidade psicológica da personagem principal. Esta inquietante narrativa junta de forma singular o género epistolar com um certo tipo de 'suspense' que normalmente se associa sobretudo à literatura policial.

Esta obra é disponibilizada numa variedade de formatos digitais (EPUB, Kindle, PDF, entre outros) que a tornam compatível com qualquer computador pessoal, bem como com os leitores portáteis de ebooks mais comuns, incluindo Kindle, iPad e iPhone. Existem também inúmeras aplicações para os sistemas iOS, Android, Symbian, Blackberry e Windows Phone 7 (como Stanza, Aldiko, WordPlayer, Mobipocket ou Freda), que permitem ler este livro em praticamente qualquer tablet ou smartphone.

O livro está a caminho das principais lojas internacionais de ebooks, como a Apple iBookstore e a Amazon Kindle Store, mas já é possível neste momento ler um excerto e adquirir a obra completa na livraria digital Smashwords.

SW_Horz_Color

Novo livro "As Confissões de Dulce" já disponível na Smashwords

Acaba de ser lançado em formato digital o livro As Confissões de Dulce, uma narrativa que conquistou em 2005 o 2º prémio no Concurso Literário “D. Sancho I”. A obra já está disponível na Smashwords em edição multiformato, podendo ser lida no computador e na generalidade dos leitores portáteis de ebooks, incluindo por exemplo o Kindle, o iPad e o iPhone.
as_confissoes_de_dulce_ipad_iphone_kindle

A História costuma relatar os feitos de reis e guerreiros, mas raramente se debruça sobre as dinâmicas das relações entre os intervenientes. Além disso, a importância da presença feminina é persistentemente negligenciada nos relatos históricos sobre a época que se seguiu à fundação de Portugal. As Confissões de Dulce contrariam essa tendência, abordando em ficção o lado humano da rainha D. Dulce, a esposa de D. Sancho I, filho de Afonso Henriques e o segundo rei de Portugal.

Esta obra, uma narrativa curta destinada a uma leitura descontraída, é disponibilizada numa variedade de formatos digitais (EPUB, Kindle, PDF, entre outros) que a tornam compatível com qualquer computador pessoal, bem como com os leitores portáteis de ebooks mais comuns, incluindo Kindle, iPad e iPhone. Existem também inúmeras aplicações para os sistemas iOS, Android, Symbian, Blackberry e Windows Phone 7 (como Stanza, Aldiko, WordPlayer, Mobipocket ou Freda), que permitem ler este livro em praticamente qualquer tablet ou smartphone.

Estão ainda a ser negociadas as condições de distribuição nas principais lojas internacionais de ebooks, como a Apple iBookstore e a Amazon Kindle Store, mas já é possível neste momento ler um excerto e adquirir o livro na livraria digital Smashwords.

SW_Horz_Color

Livro "As Confissões de Dulce" já disponível na Kindle Store e na iBookstore

as_confissoes_de_dulce_ipad_iphone_kindle

O livro "As Confissões de Dulce" já se encontra disponível à venda internacionalmente na Apple iBookstore (para iPad, iPhone e iPod touch) e também nas diversas livrarias online da Amazon (para os dispositivos Kindle): Amazon Kindle Store, Amazon.co.uk, Amazon.de e Amazon.fr.

Com esta expansão, a obra passa a estar disponível nos dois principais canais de distribuição de ebooks a nível internacional. Uma das principais vantagens é que o acesso a este livro está agora bem mais facilitado para os utilizadores dos dispositivos de leitura mais populares, como o Kindle, o iPad, o iPhone e o iPod touch. Esses utilizadores podem assim obter o livro através das lojas que provavelmente já utilizam com regularidade e com cuja interface já estarão mais familiarizados.

iBookstore


Mas os restantes leitores não ficam de fora! Mesmo que não tenham um leitor Kindle ou um dispositivo Apple, poderão adquirir na livraria Smashwords este livro em versão multiformato (inclui PDF, EPUB, MOBI, e outros). Os vários formatos disponíveis são particularmente úteis para quem usa outros dispositivos de leitura de ebooks e permitem por exemplo, a leitura deste livro num simples smartphone Android ou Symbian, ou mesmo em qualquer computador pessoal. E, para quem ainda assim prefere mesmo ler em papel, o formato PDF (disponibilizado através da Smashwords) permite até a impressão do livro na sua própria casa.

SW_Horz_Color


A85AD6VUYK9D

Um presente para todos os leitores


Um presente de natal para todos os leitores

Para comemorar o recente lançamento dos meus livros de ficção literária As Confissões de Dulce e Manual de Trigonometria Aplicada, e também para celebrar convosco a época festiva, neste Natal decidi oferecer de presente a todos vocês um livro muito especial.

Trata-se da novela Ode a Um Poeta Naturalista, um pequenino livro que escrevi há mais de 10 anos, no auge da "idade da inocência". Este livro, que ganhou em 1999 o 1º lugar no Prémio Teixeira de Queiroz, debruça-se sobre o significado do amor, das relações, da vida e da própria morte. Foi, no fundo, o meu primeiro livro, e creio que serviu como ponto de partida para o desenvolvimento dos meus textos posteriores.

Os utilizadores de iPhone, iPad ou iPod touch poderão receber este meu pequeno presente de Natal gratuitamente, a partir da iBookstore (sim, é mesmo grátis):

itunes.apple.com/pt/book/ode-a-um-poeta-naturalista/id491320651


Para quem usa outros dispositivos de leitura, claro que também há presente de Natal! :-) É o mesmo livro, e poderão obtê-lo também gratuitamente nesta outra página:

www.smashwords.com/books/view/114023

Espero que gostem!


Boas leituras e um Natal muito feliz!
Victor Domingos

Livro "Manual de Trigonometria Aplicada" já disponível na Kindle Store e na iBookstore

manual_ipad_iphone_kindle

Acaba de ser lançado em formato digital o livro Manual de Trigonometria Aplicada, uma narrativa que conquistou em 2002 o 1º prémio no Concurso Literário “Ecos da Memória”. A obra está disponível em diversos formatos nas principais lojas internacionais, podendo ser lida no computador e na generalidade dos leitores portáteis de ebooks, incluindo por exemplo o Kindle, o iPad e o iPhone.

A novela começa com uma misteriosa carta e apresenta-nos a história de um engenheiro que parece ter encontrado na trigonometria e na matemática em geral uma forma muito pessoal de se exprimir e de refletir sobre a sua própria vida. A narração traça o seu percurso afetivo, o qual se revela afinal muito mais humano e mais sensível do que o título da obra poderia indiciar... Afinal, sempre ouvimos dizer que a matemática é uma linguagem universal, e afinal pode servir até para falar de emoções e sentimentos.

Difícil de definir e de enquadrar nos géneros literários mais convencionais, o livro surpreende entre outros aspetos pela densidade psicológica da personagem principal. Esta inquietante narrativa junta de forma singular o género epistolar com um certo tipo de 'suspense' que normalmente se associa sobretudo à literatura policial.

Aquando da primeira edição desta obra, o escritor brasileiro Antônio Mariano Lima publicou em 2003 uma crítica no jornal A União, manifestando notável entusiasmo:

"Misto de gênero epistolar (...) expõe, pelo vigor da prosa inquieta, um criador para cuja trajetória vale ficar atento. As dúvidas e constatações do protagonista, um engenheiro, alojadas no curioso título da obra, nos remetem ao dilema da natureza humana, a luta entre a razão e a sensibilidade. Para triunfo da arte, entretanto, aqui, malgrado os esforços do personagem em suas referências matemáticas, a segunda leva vantagem. O que temos é um itinerário afetivo de ocorrências e percepções de um mundo particular que a cada linha o personagem busca construir e nele reencontrar-se. Ou, mais precisamente, a descoberta do universo através da linguagem de que nos fala Sartre em seu Diário de uma guerra estranha."



O livro "Manual de Trigonometria Aplicada" já se encontra disponível à venda internacionalmente na Apple iBookstore (para iPad, iPhone e iPod touch) e também nas diversas livrarias online da Amazon (para os dispositivos e aplicações Kindle): Amazon Kindle Store, Amazon.co.uk, Amazon.de e Amazon.fr. A obra passa assim a estar disponível nos principais canais de distribuição de ebooks a nível internacional. Uma das principais vantagens é que o acesso a este livro está agora bem mais facilitado para os utilizadores dos dispositivos de leitura mais populares, como o Kindle, o iPad, o iPhone e o iPod touch. Esses utilizadores podem assim obter o livro através das lojas que provavelmente já utilizam com regularidade e com cuja interface já estarão mais familiarizados.

Mas os restantes leitores não ficam de fora! Mesmo que não tenham um leitor Kindle ou um dispositivo Apple, poderão adquirir na livraria Smashwords este livro em versão multiformato (inclui PDF, EPUB, MOBI, e outros). Os vários formatos disponíveis são particularmente úteis para quem usa outros dispositivos de leitura de ebooks e permitem por exemplo, a leitura deste livro num simples smartphone Android ou Symbian, ou mesmo em qualquer computador pessoal. E, para quem ainda assim prefere mesmo ler em papel, o formato PDF (disponibilizado através da Smashwords) permite até a impressão do livro na sua própria casa.

SW_Horz_Color